Vitória do Vilaverdense sem sobressaltos

Publicado por em 11 Setembro, 2017

O Vilaverdense venceu o S.º Martinho por 3-0. Com este resultado, para além de infligir a primeira derrota ao seu adversário, o Vilaverdense colocou-se na liderança da Série A do CPP.

Um jogo que começou com o S.º Martinho mais tranquilo e a circular a bola, em contrapartida o Vilaverdense tinha dificuldade em assentar o seu jogo, pois, Rafa Miranda, Joel e André Soares não conseguiam ultrapassar a bem escalonada defesa contrária e nem sempre as bolas chegavam a estes jogadores como deviam.
Neste período o S.º Martinho teve dois lances de algum perigo. Ao minuto 5, Bobô em boa posição a rematar por cima da trave e, ao minuto 18, Pedrinho a rematar à entrada da área para defesa de Pedro Freitas.
No entanto, perto da primeira meia hora de jogo tudo mudou. Numa jogada de insistência, Rafa Miranda foi rasteirado na área do S.º Martinho e consequente grande penalidade. Latyr foi chamado à conversão e apontou o 1º golo, decorria o minuto 29. A partir deste momento o Vilaverdense “cresceu” no jogo, começou a jogar mais no meio campo adversário, a trocar melhor a bola.
Até que aos 35 minutos, numa jogada pela esquerda iniciada por Rafa Miranda, Salvador correu metros, ultrapassou um adversário e entrou na área, cruzou para a pequena área onde Joel Silva empurrou a bola para dentro da baliza, estava feito o 2-0.
Estes dois golos afetaram a equipa do S. Martinho, que não mais se encontrou na primeira parte, tendo inclusive perto de sofrer o 3º golo, quando Ibraima ao segundo poste não acertou na bola, depois de um cruzamento na direita.
Chegou o intervalo com o Vilaverdense a vencer por 2-0, fruto da eficácia e pragmatismo.
A segunda parte começou como terminou a primeira, com o Vilaverdense a pressionar e a criar oportunidades, nomeadamente aos minutos 51, 52 e 54. Dos lances citados, destaca-se o remate de Salvador ao poste, decorria o minuto 51, depois de uma grande jogada. Passados estes dez minutos fortes da equipa da casa, o jogo entrou numa toada mais monótona, embora o Vilaverdense sempre com o jogo controlado. Quanto ao S.º Martinho, na segunda parte jogava mais com o coração do que com a cabeça, no entanto dispôs de uma oportunidade por intermédio de Martin, que entrou na segunda parte, a desferir um remate dentro da área que obrigou Pedro Freitas a uma grande defesa, decorria o minuto 77, foi o “canto do cisne” da equipa do S.º Martinho.
Até ao final da partida, registaram-se dois lances de perigo iminente na baliza de Bruno. Primeiro foi André Soares, lançado na direita, rematou já dentro da área obrigando o guardião do S.º Martinho a defender. O outro lance ocorreu ao minuto 90+2 e resultou no terceiro golo do Vilaverdense, onde Zé Pedro se antecipou ao seu marcador cabeceando para o fundo da baliza, ao primeiro poste, depois de um cruzamento de Rafa Miranda vindo da direita.
Este terceiro golo fechou o resultado, materializando a vitória do Vilaverdense num jogo em que não passou por sobressaltos de maior, tal foi a sua eficácia e domínio.

 

Ficha de Jogo

Estádio: Cruz do Reguengo

Árbitro: Pedro Vilaça (AF Viana do Castelo)

Vilaverdense FC:

Pedro Freitas; Pedro Lemos, Rafael Vieira, Nené (cap.) e João Carneiro; Ibraima, Latyr e André Salvador (Ahmed, 61′); Rafa Miranda, André Soares (Danilo, 83’) e Joel Silva (Zé Pedro, 70’)

Treinador: António Barbosa;

 

AR S.º Martinho:

Bruno Pinto; Óscar Barros, Manuel Pedro, Bianchi e Dany; Rui Luís (Leandro, 83′), Rui Cardoso (Martin, 64′) e Babo; Ruben (Diogo Silva, 29′), Pedrinho e Bobô.

Treinador: Rui Orlando;

 

Disciplina

Cartões Amarelos:

Vilaverdense FC: Nené, 83’;

AR S.º Martinho: Diogo Silva, 85’;

 

Golos:

(1-0) Latyr, 29’; (2-0) Joel Silva, 35’ e (3-0) Zé Pedro, 90+2’;

 Prémio Melhor em Campo VFC/ Bola P’ra Frente: Rafa Miranda;

 

Sala de Imprensa

Rui Orlando

© Fotos: facebook Vilaverdense FC

Categorizado como

Current track
Title
Artist