Valeu pelo resultado

Publicado por em 25 Setembro, 2017

Foi um jogo em que o Braga acabou por ser feliz. O resultado foi bem melhor do que a exibição.

O jogo começou com a expulsão de Moufi, aos 3 minutos, depois de ter derrubado Paulinho quando este ia isolado para a grande área. A partir deste minuto o Braga jogava em superioridade numérica, pensou-se que iria assumir o jogo e ter mais facilidade na circulação de bola. Tal não aconteceu, porque o Tondela fechou todos os caminhos para a sua baliza. O Braga era então uma equipa previsível, não conseguia criar grande perigo, excepção feita a dois lances: um remate cruzado de Sequeira e um cabeceamento de Hassan dentro da área, aos minutos 9′ e 16′ respetivamente. Por sua vez, o Tondela jogava em contra-ataque e foi num desses lances que chegou ao golo, aos 17 minutos, quando numa arrancada Murilo rematou de fora da área, batendo Matheus, que não fez tudo que estava ao seu alcance.
O Braga acusou o golo continuando na mesma toda, pedia-se o intervalo para Abel Ferreira corrigir o que não estava bem, só que ao minuto 43, depois de um cruzamento de Sequeira, Raul Silva dentro da área cabeceou e Hassan, à boca da baliza fez o empate, o resultado mais condizente com o rendimento das equipas.
Na segunda parte pensava-se que o Braga iria estar melhor, mas a toada continuou. Pese embora o Braga ter começado a segunda parte a marcar o segundo golo, ao minuto 46, quando depois de um cabeceamento de Fransérgio à barra, Ricardo Costa fez um autogolo. Este golo poderia ter catapultado o Braga para uma boa exibição, tal não aconteceu, o Braga continuava lento e sem ideias, no entanto dispôs de três oportunidades para ampliar a vantagem. Destaque para um remate de Fábio Martins, em boa posição dentro da área, a fazer com que a bola passasse por cima da trave da baliza do Tondela, decorria o minuto 90. Já o Tondela, na segunda parte criou lances de algum perigo, como o livre apontado por Murilo, aos 71′, em que a bola passou junto ao poste esquerdo da baliza de Matheus.
Chegou ao fim o quarto jogo consecutivo do Braga sem conhecer a derrota, mas este em particular, não deixa saudades, devido à pálida exibição do conjunto arsenalista.

Ficha de Jogo:

Local: Estádio João Cardoso;

Árbitro: Tiago Martins (AF Lisboa);

 

CD Tondela:

Cláudio Ramos; Moufi, Junior , Ricardo Costa (cap.) e Joãozinho; Claude Gonçalves (Pedro Nuno, 86′), Hélder Tavares, Miguel Cardoso e Zachara (Bruno Monteiro, 46′); Tomané (Heliardo, 71’) e Murilo;

Treinador: Pepa;

 

SC Braga:

Matheus; Goiano (cap.) , Rosic, Raul Silva e Sequeira; Vukcevic (Danilo, 78′), Fransérgio, João Carlos Teixeira (André Horta, 67’) e Fábio Martins; Hassan (Dyego Sousa, 78’) e Paulinho;

Treinador: Abel Ferreira;

 

Disciplina:

Cartões Amarelos:

CD Tondela: Miguel Cardoso, 30’; Tomané, 70′.

SC Braga: Rosic, 51; Hassan, 59’; Fábio Martins, 62′.

Cartões Vermelhos:

CD Tondela: Moufi, 3’.

Golos:

(1-0) Murilo, 18’; (1-1) Hassan, 44’; (1-2) Ricardo Costa (p.b.), 46.

Prémio Melhor em Campo SCB / Bola P’ra Frente: Fransérgio.

© Fotos: Página Oficial SC Braga

Categorizado como

Current track
Title
Artist