TP: São Martinho – 2, Braga – 3

Publicado por em 15 Outubro, 2017

Num jogo a contar para a terceira eliminatória da Taça de Portugal, entre S.º Martinho e SC Braga, esperava-se  um jogo tranquilo para os forasteiros, mas não foi bem assim. Na primeira parte o Braga teve um jogo tranquilo, na segunda nem tanto.

O jogo começou com o Braga por cima, como era de esperar, tinha a iniciativa do jogo, trocava a bola no meio campo do S.º Martinho ao primeiro toque e com dinamismo. Adivinhava-se o primeiro golo do Braga, aconteceu aos 11 minutos, depois de um cruzamento de Jefferson para Dyego Souza, que dentro da área rodou e rematou colocado para o primeiro golo.
Se até aqui o Braga tinha o controlo do jogo, mais fácil se tornou, criando várias oportunidades, com vários remates e Kevin a brilhar na baliza do S.º Martinho. Destacam-se os minutos 13, 14, 21, 24 e 34, onde a equipa arsenalista podia ter ampliado a vantagem.
O golo veio mesmo a acontecer ao minuto 39, com Jefferson novamente a cruzar da esquerda, Dyego Souza a elevar-se entre os centrais a cabecear para o segundo golo, resultado que se ajustava ao intervalo, tal o caudal ofensivo do Braga.

A segunda parte começou bem diferente, com o Braga mais relaxado e o S.º Martinho a tentar reduzir a desvantagem, até por força da entrada de Martin, que veio dinamizar o ataque da equipa da casa. Até que aos 52 minutos, numa bola bombeada para o ataque do S.º Martinho, Bobô no um-contra-um com Esgaio, levou a melhor, ficou isolado contornou André Moreira, cruzou para a marca de penalty, onde Martin reduziu a desvantagem para 2-1. Assim, o Sº Martinho reentrava no jogo. No lance seguinte, aos 53′, depois da bola ter ido ao centro, Fábio Martins dentro da área tirou um adversário do caminho, rematou em jeito fazendo o 3-1 e pensou-se que o Braga tinha fechado as contas da eliminatória. Só que tal não aconteceu, porque aos 56 minutos, depois de uma canto da esquerda, Daniel Alves cabeceou entre os centrais do Braga, fazendo o 3-2. O jogo estava longe de estar resolvido e o Braga a colocava-se a jeito.
A partir do segundo golo do S.º Martinho, o Braga começou a trocar a bola entre os seus jogadores e a pausar o ritmo. O S.º Martinho tinha dificuldades em penetrar na área do Braga. Por outro lado, o Braga teve uma situação de algum perigo, com Xadas a rematar, aos 81 minutos, mas a bola passou ao lado direito do poste de Kevin.
O jogo aproximava-se do fim e o Braga, na prática, jogava com dez porque Dyego Souza, depois de se ter lesionado e com Abel com alterações esgotadas, em grande sofrimento limitava-se a ocupar espaço na frente.
Sentia-se que os arsenalistas estavam perto da fase seguinte da Taça, que podia ficar ainda mais perto, quando aos 90+4, Paulinho foi derrubado na área. Consequente penalti, mas na conversão Jefferson permitiu a defesa de Kevin. Logo de seguida, o árbitro deu por terminada a partida, com o Braga a vencer o Sº. Martinho por 3-2, com uma exibição mais bem conseguida na primeira parte do que na segunda, passando por alguns sobressaltos.

 

Ficha de Jogo:

Local: Estádio do CD Aves.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto).

AR S. Martinho:

Kevin Douglas; Óscar (Manuel Pedro, 46′), Diogo Bianchi, Daniel Alves e Tomá Mota (Chiquinho, 85′); James Arthur, Fernando Neves (Luther King, 46′) e Diogo Silva; Rui Silva, Damien Furtado e Bobô (cap.).

Treinador: Rui Orlando

SC Braga:

André Moreira; Esgaio, Bruno Viana, Raúl Silva e Jefferson; Fransério (cap.), André Horta (Rafael Assis, 65′), Erick (Xadas, 60′) e Fábio Martins; Ricardo Horta (Paulinho, 71′) e Dyego Sousa.

Treinador: Abel Ferreira;

 

Disciplina:
Cartões Amarelos:
AR São Martinho: James Arthur (59′), Daniel Alves (66′), Bobô (90+2′).
SC BragaNada a assinalar;
Cartões Vermelhos:
Nada a assinalar.

Golos: (0-1) Dyego Sousa, 11’; (0-2) Dyego Sousa, 39’; (1-2) Luther King, 52’;  (1-3) Fábio Martins, 53”; (2-3) Daniel Alves, 56′.
Prémio Melhor em Campo SCB / Bola P’ra Frente: Dyego Sousa

© Fotos: Página Oficial SC Braga

Categorizado como

Current track
Title
Artist