Taça de Portugal: Vilaverdense carimba passagem com vitória suada sobre o Bragança

Publicado por em 4 Setembro, 2017

Estavam reunidas todas as condições para ser uma boa tarde de futebol, e assim foi. O Vilaverdense garantiu o apuramento para a próxima fase da Taça de Portugal ao eliminar, na tarde deste domingo, o Grupo Desportivo de Bragança, por duas bolas a zero, em jogo a contar para a primeira eliminatória da referida competição.

A jogar em casa e perante os seus adeptos, os pupilos de António Barbosa não desiludiram, e venceram com golos de André Soares (22’) e Joel Silva (86’).

Para que haja justiça é preciso começar por referir que se o jogo foi bonito às três equipas se deveu. Às duas que jogavam com bola, era pedido um bom espetáculo, correspondido com bom futebol de parte a parte logo desde o primeiro minuto.

Só a vitória interessava às duas formações, e foi por isso que o jogo começou equilibrado, com algumas situações de parte a parte, que poderiam eventualmente ter dado em golo, estivesse a pontaria mais afinada. O primeiro dos homens da casa acabou por aparecer ao minuto 22, depois de um lance de insistência dentro da área brigantina. Descaído sobre o lado esquerdo do ataque, André Salvador rematou forte, para uma primeira intervenção de Nélson. No chão, e com a bola a pingar na área, quem aproveitou foi André Soares, que com um remate acrobático à meia volta abriu o marcador, batendo o guardião indefeso.

Até ao fim da primeira parte o jogo continuou disputado, com destaque para um poderoso remate que embateu com estrondo na trave vilaverdense.

No segundo tempo os visitantes tentaram com todas as forças chegar ao empate, causando algum reboliço na área de Pedro Freitas, que com mais ou menos dificuldade ia sempre resolvendo os lances de maior perigo. Antes de ter chegado o segundo do Vila, novo remate dos homens de Bragança à trave, desta feita com um bonito cabeceamento ao segundo poste.

Ambos os técnicos mexeram nas equipas na segunda parte, com três substituições para cada lado. Acabou por ser feliz António Barbosa, já que a quatro minutos do fim consegue ampliar a vantagem, com uma bonita jogada de envolvimento ofensivo do lado direito, com triangulações e com cruzamento atrasado de Tanela, a assistir Joel Silva para o dois a zero final.

António Silva, técnico do GD Bragança, referiu que o empate no fim dos 90 minutos não seria um resultado injusto, dando os parabéns ao Vilaverdense FC pela passagem à próxima fase.

António Barbosa, por sua vez, mostrou-se satisfeito com o resultado e com o futebol praticado por ambas as equipas, deixando também uma palavra de gratidão aos adeptos que hoje marcaram presença do recinto desportivo da Cruz do Reguengo.

Ficha do Jogo

Estádio: Cruz do Reguengo

Árbitro: Fábio Nunes (AF Viana do Castelo)

Vilaverdense FC:

Pedro Freitas; Tiago Silva, Nené, Rafael Vieira e João Carneiro; Ibraima (Ahmed, 60’), Latyr e André Salvador; André Soares (Tanela, 79’), Rafa Miranda (Joel Silva, 54’) e Zé Pedro;

Treinador: António Barbosa;

GD Bragança:

Nelson Gomes; Ká, Lapa, Landinho, Fábio Capelo, Nuno Miguel (Lemos, 76’), Fábio Rodrigo (Moreira, 62’), Okoli, Obama, Pereira (Nik, 56’) e Carvalho;

Treinador: Toni;

Disciplina:

Cartões Amarelos:

Vilaverdense FC: Zé Pedro, 45’ e João Carneiro, 46’;

GD Bragança: Fábio Capelo, 30’ e Fábio Rodrigo, 52’;

Golos:

(1-0) André Soares, 18’; (2-0) Joel Silva, 86’;

Prémio Melhor em Campo VFC / Bola P’ra Frente: André Soares;

© Fotografias: Luís Ribeiro

Categorizado como

Current track
Title
Artist