I LIGA: Remontada em horário de outras eras.

Publicado por em 11 Fevereiro, 2019

Dyego Souza cabeceia para a vitória do SC Braga.
Claudemir celebra a obtenção do 2.º golo.
Voltamos a casa, às três da tarde, futebol para todos! Foram 17356 adeptos presentes no Municipal de Braga. As claques satisfeitas com o horário e colorirem as bancadas, homenageando o Pedro Couto, um adepto Braguista.

No onze inicial da equipa do Braga apareceu Fransérgio ao lado de Claudemir e Paulinho ao Lado de Dyego Sousa, remetendo Wilson Eduardo e Palhinha para o banco. O jogo começou com um Braga a querer mandar mas o Chaves não vinha para ser espectador e deu boa resposta. Passados 9 minutos da partida uma contrariedade para o Chaves: lesionou-se Lionn e Tiago Fernandes teve que fazer a primeira alteração colocando Paulinho no seu lugar. O melhor que se viu foi um cruzamento remate de R. Horta que tabelando no defesa do Chaves permitiu uma grande defesa do Filipe. Até ao intervalo nem mais uma oportunidade de golo, apenas um amarelo mostrado a Jefferson (33’) e outro a R. Silva (41’).

No regresso ao jogo, depois do intervalo, não foi preciso muito tempo para acontecer golo. O Braga a tocar e o Chaves a marcar, Luis Martins, aos 51’. Ainda se fazia o balanço para perceber se iriam haver alterações e já o Braga estava a perder. Abel Ferreira não perdeu tempo e fez duas alterações de uma assentada: João Novais para o lugar de R. Horta e Wilson Eduardo para o lugar de Esgaio. E pouco tempo depois, aos 61 minutos, Tiago Fernandes responde tirando do terreno de jogo o Niltinho e colocando em jogo mais um central, Calasan. Mas foi exatamente por aqui que ruiu a muralha. Sequeira não desistiu de uma bola e fez o cruzamento para o cabeceamento certeiro de Dyego na pequena área, aos 64 minutos, com culpas no cartório para Calasan. O Braga continuou à procura do segundo golo sem nunca perder o foco. E o golo haveria de aparecer aos 80minutos, numa bola batida de livre na esquerda, por Sequeira e com a ajuda de Sen chegou à pequena área onde pareceu Claudemir para encostar. Depois disso, o Braga controlou o jogo, afastando-o para longe da sua área, e Abel Ferreira ainda fez mais uma alteração colocando Palhinha no jogo e retirando Paulinho. Antes, também Tiago Fernandes esgotou as substituições com Costinha para o lugar de Macedo.O marcador não se alterou até ao final da partida, com uma vitória sofrida mas justa da equipa do Braga, que demonstra forte estrutura mental. A equipa de arbitragem teve a vida facilitada na segunda parte, mostrando dois cartões amarelos, a Fransérgio (71’) e António Filipe (73’), gerindo bem todos as situações.
Final da partida com o Braga a vencer e aproximar-se do primeiro lugar…ali a dois pontos!

FICHA DE JOGO

Local: Estádio Municipal de Braga

Árbitro: Hugo Miguel

SC Braga:

Tiago Sá; Marcelo Goiano (c), Bruno Viana, Raúl Silva e Sequeira; Claudemir, Fransergio, Ricardo Horta (João Novais , 56’) e Ricardo Esgaio (Wilson Eduardo, 56′); Paulinho (Palhinha, 86’) e Dyego Sousa;

Treinador: Abel Ferreira.

GD Chaves:

A. Filipe; Lionn (Paulinho, 10′), Maras, Campi e Luís Martins; Jefferson, Erdem Sen e Bruno Gallo (c); Rúben Macedo (Costinha, 74′), Niltinho (Calasan, 63′) e William

Treinador: Tiago Fernandes.

DISCIPLINA

AMARELOS:

SC Braga: Raúl Silva, 41’; Fransérgio, 71’;

GD Chaves: Jefferson, 33′ e A. Filipe, 72′;

VERMELHOS:

Nada a assinalar.

GOLOS: (0-1) Luís Martins, 51′; (1-1) Dyego Souza, 64’; (2-1) Claudemir, 80′.

MELHOR EM CAMPO EQUIPA BP’F: :Claudemir.

© Fotos: Facebook Oficial Sporting Clube de Braga

Categorizado como

Current track
Title
Artist