CP: Vizela, 6 – Vilaverdense, 0: Vizela de sobra para Vilaverdense de… menos

Publicado por em 20 Agosto, 2018

André Cunha, técnico do Vilaverdense, com muito trabalho pela frente.

André Cunha, técnico do Vilaverdense, com muito trabalho pela frente.

Jogou-se em Vizela, o encontro a contar para a segunda jornada do campeonato de Portugal, Série A, e a equipa da casa levou a melhor sobre o Vilaverdense, vencendo por folgados, 6-0. Foi um jogo no qual o Vizela não precisou de jogar muito, tal foi o desacerto do Vilaverdense.

A primeira parte desta partida resume-se praticamente aos golos, pois o Vilaverdense não conseguiu criar um único lance de perigo. Cedo a equipa da casa se adiantou no marcador e aos 10 minutos, Leandro Borges, depois de uma jogada individual, desferiu um remate à entrada da área, não dando hipóteses a Marcos. Estava assim aberto o ativo para aquilo que seria uma goleada das antigas. Aos 28 minutos, Fall numa recarga fez o 2-0, depois de um remate de Leandro Borges, com Marcos a defender para a frente. Aos 44 minutos, Correia, aumentou para 3-0, quando lançado na direita, ultrapassou Casal e o guarda-redes Marcos e com a baliza aberta, foi só empurrar. Chegava o intervalo com 3-0.

Na segunda parte o Vizela marcou mais 3 golos e teve também várias oportunidades. Por sua vez o Vilaverdense foi um pouco mais afoito, mas só conseguiu criar um lance de perigo, aos 57 minutos, após um livre na esquerda, Pedro Pereira obrigou Cajó a aplicar-se. O Vizela jogou a seu belo prazer trocando a bola com facilidade e os golos começaram a aparecer novamente. Aos 67 minutos, Leandro Sousa combinou com Leandro Borges, que dentro da área, fuzilou Marcos. Aos 89 minutos, Kuku aproveitou uma recarga, depois de um livre marcado por Zake com a bola a bater na trave e a sobrar para o homem da equipa da casa, que atirou para o fundo das malhas. Por último, aos 92 minutos, o ex –Vilaverdense, André Soares, emendou à boca da baliza um lance desenhado por Kuku e Leandro Borges.

Vitória “gorda” do Vizela, que assim limpou a imagem deixada na semana passada, aquando da deslocação a Barcelos. Os donos da casa, sem fazerem um grande jogo, aproveitaram da melhor forma o desempenho (muito) pouco inspirado do Vilaverdense. Com esta derrota, o Vilaverdense, nas duas primeiras jornadas, encaixa nove golos sem ter conseguido marcar algum e consequentes zero pontos. André Cunha e seus pares tem muito trabalho pela frente.

FICHA DE JOGO

Estádio: FC Vizela

Árbitro: Pedro Ferreira

FC Vizela:

Cajó; Musa, João Faria, Weliton, Igor; Zake, João Oliveira (André Soares, 68’), José Valente; Leandro Borges, Fall (Kuku, 77’) e Correia (Leandro Souza, 62’);

Treinador: Rui Amorim;

Vilaverdense FC:

Marcos; Kiko (Nuno Pereira, 46’), Néné, Miguel Oliveira, Casal; Paulinho, Menezes (Ventura, 72’); Gabi, Aldair, Pedro Pereira; Campinhos (Rui Gomes, 77’);

Treinador: André Cunha;

DISCIPLINA

Amarelos:

FC Vizela: João Oliveira, 51’;

Vilaverdens FC: Miguel Oliveira, 7’;

Golos: Leandro Borges, 10’ e 57’; Fall, 28’; Correia, 44’; Kuku, 89’; André Soares, 92’;

Melhor em campo: Pedro Pereira

© Fotos: BPF.

Categorizado como

Current track
Title
Artist