CP: Vilaverdense, 2 – Merelinense, 2: A vitória fugiu no regresso do Salvador

Publicado por em 27 Agosto, 2018

À passagem da jornada 3 do Campeonato de Portugal, série A, o Vilaverdense Futebol Clube conseguiu finalmente pontuar. A partida frente ao Merelinense Futebol Clube acabou empatada 2-2 na Cruz do Reguengo, com os verdes em vantagem até perto do apito final.

A Depois de duas derrotas, a turma de André Cunha conseguiu um ponto frente a um forte candidato da série. Um jogo difícil, mas que merece nota positiva pela exibição dos da casa. O regresso esperado de André Salvador deu outro ânimo ao Vila, que podia mesmo ter ficado com os três pontos dentro de portas.
Os primeiros quinze minutos, apesar de disputados, penderam para os de Merelim. Mais entrosados, os forasteiros chegaram à vantagem depois de descoordenação defensiva dos da casa. Chula ganhou a linha no lado direito e, com possibilidade de rematar, deu para a zona de penálti onde apareceu Fábio Pimenta. Sem oposição, o avançado do Merelinense só teve de encostar para o fundo da baliza, decorridos 13 minutos. Ainda a recuperar do golo, nova oportunidade para os vermelhos, num pontapé de bicicleta de Luíz Alberto. Aqui o guardião Miguel Palha foi mais forte, fazendo a primeira grande defesa da tarde.
O Vilaverdense só conseguiu esboçar um lance perigoso ao minuto 37, quando André Salvador disferiu um potente remate de longe, obrigando Paulo Jorge à primeira intervenção na partida. O guardião rendeu o lugar do lesionado Rui Rêgo, aparentemente a contas com problemas na perna direita.
Salvador era dos mais inconformados com a derrota e, aos 42’, voltou a criar perigo junto da área Merelinense. O médio passou por toda a gente até cair na área adversária, com a sensação de que foi tocado em falta. O árbitro André Neto mandou seguir o lance.
Foi necessário esperar até ao minuto 47 para ver um golo dos verdes. O central Raphael tocou a bola com o braço dentro da sua área, depois de remate do lateral Gabriel Faria, dando lugar à primeira grande penalidade da tarde. Chamado a converter Salvador não vacilou e repôs a igualdade no placar.
Na segunda parte deu mais Vilaverdense. Pedro Pereira rematou aos 57’ para boa intervenção de Paulo Jorge. A resposta surgiu nos pés de Fausto, que fez um grande remate para uma grande defesa de Miguel Palha. Ainda neste lance Chula tentou a recarga, mas a bola saiu ao lado do poste esquerdo do Vila.
Aos 65’ o central Nené também tentou a sua sorte, mas também mostrou pontaria desafinada, com o remate a sair por cima do travessão.
O minuto 81 foi de sufoco para o Merelinense, com duplo lance do avançado Luís Campos. À segunda, o avançado acabou mesmo por faturar, não hesitando na cara do guarda redes Paulo Jorge. Autêntica bomba para o fundo da baliza, para alegria geral dos adeptos na Cruz do Reguengo.
A alegria haveria de durar até ao último minuto de jogo, quando o Merelinense voltou a empatar a partida. Balde de água fria, depois de falta dentro da área do Vila. Apesar dos protestos de jogadores e adeptos, o árbitro acabaria por assinalar castigo máximo. Chamado a converter Fausto não perdoou e fez o empate.
Apesar do empate, no final da partida o treinador André Cunha era um homem satisfeito com a prestação dos seus jogadores. O regresso de Salvador foi fundamental para bom jogo dos da casa, mas o timoneiro do Vila afirma que quer continuar o crescimento da sua equipa.
Finda a jornada, o Gil Vicente segue líder com 9 pontos em 3 jogos. O Merelinense foi para a quinta posição, com 5 pontos, e o Vilaverdense permanece em último, com apenas um ponto.
No próximo fim de semana o Vilaverdense desloca-se ao terreno do Mirandela, que é 4º.

 

FICHA DO JOGO

ESTÁDIO: Cruz do Reguengo

ÁRBITRO: André Neto

 

VILAVERDENSE FC: 

Miguel Palha, Filipe Menezes (Pedro Araújo), Pedro Pereira, André Salvador, Gabriel Faria, Nené, Pedro Oliveira, Aldair Ferreira(Rui Neves), Gonçalo Ferreira, Luís Campos(Rui Gomes), Paulo Souza;

TREINADOR: André Cunha;

 

Merelinense FC:

Rêgo (Paulo Jorge), Raphael, Davide, Fausto, Luís Ferraz (Diogo Torres), Zé Diogo, Mendonça, Luíz Alberto, Tiago Morgado, Chula, Fábio Pimenta (Jorginho);

TREINADOR: Carlos Cunha;

 

Disciplina 

Amarelos:

Vilaverdense FC: Filipe Meneses 14’, Pedro Oliveira 72’, Paulo Souza 92’, Pedro Araújo 94;

Merelinense FC: Nada a assinalar.

 

Golos: (0-1) Fábio Pimenta 13′; (1-1) Salvador 48’; (2-1) Luís Campos 81’; (2-2) Fausto 96’;

Melhor em campo: André Salvador

© Fotos: Facebook Oficial Vilaverdense FC.

 

Categorizado como

Current track
Title
Artist